Numa casa muito estranha de António Mota

No âmbito do projeto “Ouvintes Sortudos”, os alunos do 2º DB trabalharam o poema “Numa casa muito estranha” de António Mota. Depois de terem explorado o poema, os alunos ilustraram-no e realizaram uma sessão de gravação da leitura do mesmo.

Para finalizar a tarefa, foi elaborado um vídeo com o trabalho final. Os alunos tiveram ainda a oportunidade de visualizar o vídeo e reconhecer os aspetos a serem melhorados. Foi uma tarefa muito interessante, em que os alunos tiveram a oportunidade de se divertirem a aprender.


Saber +

António Mota é um escritor português nascido em Vilarelho, Vila Real, em 16 de julho de 1957. Ele é conhecido principalmente por suas obras na literatura infantojuvenil, embora também tenha escrito para adultos. António Mota é um autor prolífico, tendo publicado numerosos livros ao longo de sua carreira. Entre suas obras mais conhecidas estão “O Galo Que Cantou na Baía” (1982), “A Aldeia das Flores” (1997), “O Rapaz de Bronze” (1998), entre outras. A sua escrita é apreciada pela sua capacidade de comunicar com o público jovem de forma sensível e envolvente.

Artigo publicado por

PArtilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.